Sorriso

Mais outro conto, novamente outro trecho de “Um conto de duas mentes”. Espero que gostem.


Sorriso

Ela sorriu. Era um sorriso meio tímido, meio triste, meio resignado. Mas ainda assim, pareceu o sorriso mais lindo e encantador que já tinha visto. E foi um sorriso espontâneo. Isso me fez bem, por algum motivo. Acho que às vezes, quando estamos numa situação ruim, desconfortável ou desagradável tudo que precisamos é de um sorriso espontâneo de alguém que realmente se importe com a gente. Pois, de alguma maneira eu sentia que ela se importava comigo.

por Renan Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s